terça-feira, 27 de outubro de 2015

Gerente de loja e marido são acusados de envolvimento em esquema de desvio de tecidos


Repercute em Santa Cruz do Capibaribe a descoberta sobre um suposto esquema de desvio de tecidos investigado pela Polícia Civil. A informação foi divulgada na ontem (26) pelo Blog do Ney Lima, a partir da atuação Guarda Civil Municipal, juntamente com policiais do BEPI (antes CIOSAC). No momento em que uma remessa de tecidos foi apreendida, a polícia não havia divulgado os nomes dos envolvidos.

Na manhã desta terça-feira (27), o Blog obteve informações sobre como os acusados podem ter armado um esquema dentro da loja para desviar e, posteriormente, vender os tecidos roubados.

De acordo com a denúncia, a loja “A Veloz Têxtil” teria sido vítima da própria gerente, identificada como Ellen Porto, que segundo informações apuradas pelo Blog, está sendo procurada pela polícia. A própria loja fez a denúncia.


Foto: Fernando Lagosta

A descoberta ocorreu a partir de relatos de clientes que teriam adquirido tecidos oriundos do estabelecimento, por meio de despacho da gerente, mas sem comprovação de nota. A mercadoria estaria sendo desviada pela funcionária. A polícia investiga ainda se outro funcionário estaria envolvido na ação.

Ellen trabalhou na empresa nos últimos dois anos. De acordo com a denúncia, o prejuízo causado pelos desvios ao longo desse período ultrapassa R$ 600 mil.

Acusado vai se apresentar à polícia. Advogado alega inocência

O marido de Ellen, Randson Souza, que atua na Guarda Municipal da cidade, está sendo acusado de vender os tecidos desviados da loja. Ele ainda não se apresentou à polícia para prestar depoimento.

O advogado de Randson, Manoel Jordão Filho, que alega a inocência do seu cliente, confirmou ao Blog que ele se apresentará em breve. O advogado afirmou que Randson vai se apresentar a qualquer momento, assim que a delegada responsável pelo caso definir o dia e horário.

Dr. Manoel afirmou que Randson chegou a comercializar alguns tecidos, mas que o produto teria sido comprado e que estaria buscando as notas fiscais.

“Ele comprou alguns tecidos de boa-fé. Já encontramos uma nota fiscal e estamos procurando outra”, afirmou o advogado.

A delegada Dra. Soraia Souto, que está à frente das investigações, ainda não conversou com a imprensa sobre o caso.

O Blog do Ney Lima tentou falar com os proprietários da loja “A Veloz Têxtil”, mas não obteve retorno.

A acusada Ellen Porto não foi encontrada por nossa equipe. Policiais afirmaram que ela estaria foragida.

Blog Ney Lima 



Org Michelly Galvão Vieira

Bancos particulares encerram greve em Pernambuco


Bancos particulares retomam atividades; os públicos mantêm paralisação.
Movimento começou no dia 6 de outubro e seguiu liderança nacional

Os funcionários dos bancos privados de Pernambuco decidiram encerrar, nesta segunda-feira (26), a greve que já durava 21 dias. As atividades devem ser retomadas já na manhã desta terça (27). Já os funcionários do Banco do Brasil, do Banco do Nordeste e da Caixa Econômica Federal decidiram manter a paralisação.

A assembleia foi realizada na sede do sindicato da categoria, no bairro da Boa Vista, região central do Recife.

No país, parte dos sindicatos aceitaram o fim da greve, enquanto outros recusaram a proposta de reajuste salarial de 10%. Durante a paralisação, o sindicato calculou que quase 90% das agências tiveram o atendimento comprometido em Pernambuco. Representantes divulgaram que 100% das agências do interior aderiram ao movimento, ao lado de 70% dos bancos públicos no Grande Recife. Clientes chegaram a reclamar da falta de dinheiro nos caixas eletrônicos.

Do G1 Pernambuco



Org:Jailson Kaô.