sábado, 2 de agosto de 2014

Diogo Moraes e João Fernando foram recepcionados pelos os feirantes de Jataúba nesta ultima sexta.


Momentos de descontração, onde Diogo Moraes João Fernando e o próprio Mamão, ergueram a fruta que traz o nome do líder politico e oposicionista de nossa cidade Mamão. 


Ao lado do deputado federal João Fernando, e da liderança de Mamão e seus vereadores, o deputado estadual Diogo Moraes esteve visitando a feira da cidade de Jataúba nesta sexta-feira (01), como sempre está presente em nossa cidade, o deputado estadual Diogo Moraes mais uma vez saio muito satisfeito com o tamanho carinho obtido pelo os seus correligionários.


Onde foram bem recepcionados pela população, que demonstrou carinho durante toda a caminhada. #DiogoÉ40100 e João 4040.












Aqui seu corpo sempre está em forma.

Clique no link abaixo e confira as demais imagens!!!

Pesquisa IPMN/JC Senado: João Paulo, 30%; Bezerra Coelho, 13%

Do JC Online - Carolina Albuquerque

Na consulta feita pelo Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau (IPMN) com o cenário de disputa pelo Senado, também é um candidato da coligação Pernambuco Vai Mais Longe, o ex-prefeito do Recife que lidera a preferência dos entrevistados. O petista João Paulo aparece com 30 pontos percentuais na intenção de voto. O seu principal adversário, o ex-ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, do PSB e candidato pela Frente Popular, aparece em segundo lugar com 13% das intenções de voto. 
A distância de 17 pontos percentuais, segundo a análise do cientista político e professor da Universidade Federal de Pernambuco, Adriano Oliveira, um dos coordenadores da pesquisa, ainda não configura uma perspexpectiva concreta de definição do quadro no jogo pela vaga majoritária do Senado. Ele considera que o cenário atual é ainda pode ser modificado, apesar da liderança de João Paulo e da margem de pontos obtida. Um dos fatores apontados pelo pesquisador é que, historicamente, a disputa pelo Senado tende a ser sempre muito vinculada à de governador. “Se Paulo Câmara (candidato do PSB ao Governo do Estado) cresce nas pesquisas, esse percentual pode mudar”, assinala. Até porque, segundo ele, o total de branco/nulo/indecisos mais o de não sei/não respondeu é alto, atinginfo a casa dos 54%. “Trata-se de uma margem muito grande para o candidato conquistar nos meses que se seguem”, ressalta Adriano Oliveira. 

Para ele, assim como na eleição para governador do Estado, a corrida em direção ao Senado tende a ser definida pelos votos oriundos da Região Metropolitana do Recife. Nesse ponto, João Paulo apresenta uma certa vantagem já que foi prefeito do Recife por dois mandatos. 

Este fato se traduz por números apresentados pela consulta. Na cidade do Recife, o candidato petista chega a obter 37% das intenções de voto, enquanto Fernando Bezerra Coelho pontua 9%. Na Região Metropolitana do Recife (RMR), excluindo a capital, a diferença chega a ser ainda maior: 41% contra 7%, respectivamente. 

O quadro se inverte quando a região consultada é o Sertão em particularmente, o Vale do São Francisco, reduto político de Bezerra Coelho. Pela pesquisa, o candidato socialista consegue 35% de intenção de voto no Sertão contra 11% do petista João Paulo. Na região do São Francisco, a diferença entre os dois é de 53% contra 19%. 

No maior colégio eleitoral do Estado, no entanto, o ex-ministro da Integração conta com o apoio do prefeito do Recife, Geraldo Julio, do PSB, cuja administração vem sendo bem avaliada. 

“Podemos dizer que a disputa não está decidida, pois existem os apoios que o PSB tem na Região Metropolitana em várias prefeituras e, apesar de ter sido um prefeito bem avaliado, João Paulo pode ter que encarar uma rejeição ao PT, como foi a eleição de 2012”, contextualiza. 

Naquele ano, lembra Adriano Oliveira, o PT sofreu um revés perdendo a liderança de 12 anos na Prefeitura do Recife após um confuso processo sucessório e de realização de prévias dentro do partido, o que terminou deixando de fora da disputa pela reeleição o prefeito de então, João da Costa (PT). O fato político afastou os dois “Joões”, que só há pouco se reaproximaram.

Os outros três postulantes ao Senado não apresentaram um percentual significativo entre os entrevistados. Simone Fontana, do PSTU, teve 1%; Albanise Pires, do PSOL, 1%; e o candidato Oxis, do PCB, não conseguiu pontuar. 

Fone 81 8235-7724 e peça a sua Pizza Org:  Geazir e Rose

Pesquisa IPMN/JC: Armando 37%, Paulo Câmara 10%


Com um mês de campanha nas ruas, o candidato ao Governo do Estado pela coligação Pernambuco Vai Mais Longe, Armando Monteiro (PTB), apresenta 37% das intenções de voto, segundo a consulta produzida pelo Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau (IPMN), encomendada pelo Portal Leia Já e publicada em parceria pelo Jornal do Commercio. Na pesquisa estimulada, com apresentação dos candidatos ao entrevistado, o petebista está 27 pontos percentuais à frente do adversário, o candidato pela Frente Popular, Paulo Câmara (PSB), que teria 10% das intenções se as eleições acontecessem neste momento
Apesar da liderança do petebista neste momento, o quadro sugere indefinição, uma vez que a soma dos brancos/nulos/indecisos com os que não sabem/não responderam chega a quase metade do universo de eleitores: 48%. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O cenário indica uma eleição bastante acirrada, de acordo com um dos coordenadores da pesquisa, o cientista político e professor da Universidade Federal de Pernambuco, Adriano Oliveira. “Nós não podemos dizer que a eleição está definida. Por que o senador (licenciado, Armando Monteiro) ainda não ultrapassou a marca dos 40%? Simples. Porque 50% dos eleitores ainda estão à procura do voto. Se eles migrarem para Paulo, tende a ser acirrada”, analisa. 


Oliveira lembra que esta primeira pesquisa após o registro oficial das candidaturas na Justiça Eleitoral serve como ponto de partida para balizar o crescimento dos postulantes. “O instituto optou por um cenário eleitoral definido, após a Copa do Mundo, que se dizia que, a depender do resultado, iria influenciar”, frisa. 

Ainda sobre os dois candidatos que estão na dianteira da pesquisa, a consulta espontânea sobre a eleição para o Governo do Estado revela Armando Monteiro com 22% das intenções de voto e Paulo Câmara, que ainda é um grande desconhecido dos eleitores, com 6%. Nesta mesma amostra, o nome do ex-governador Eduardo Campos, padrinho político de Paulo, que está na corrida presidencial, chega a pontuar, com 6%. “É baixo e representa mais um desejo do que uma confusão. Mostra que a maioria já sabe que ele não pode ser mais candidato ao governador”, ressalta Oliveira. 

Um dado é indispensável para avaliar a atual conjuntura eleitoral, pré guia na rádio e televisão: o nível de conhecimento. Mesmo com Paulo Câmara apresentado como o escolhido de Eduardo Campos para sucedê-lo no Palácio do Campo das Princesas, 60% dos entrevistados disseram nunca ter ouvido falar dele, 28% disseram conhecer “muito pouco” e apenas 9% falaram em conhecer “muito bem”. Nessa questão, o adversário Armando Monteiro aparece com 30% dos entrevistados afirmando o conhecer muito bem, 47% “muito pouco” e 22% “nunca ouvi falar”. “Há uma margem muito grande para Paulo crescer quando ele se apresentar ao eleitorado e isso deve acontecer mais fortemente quando o guia eleitoral começar”, diz o cientista político.


“Não dá para dizer que existe favoritismo na eleição nesse momento. Não é verdade. É um quadro indefinido e há uma fragilidade na candidatura do senador Armando Monteiro pelo fato de ele não ter avançado, mesmo sendo bem mais conhecido, sobre o universo do que ainda estão procurando um candidato”, conclui Adriano Oliveira. 

Outro ponto que não pode deixar de ser considerado nesta análise do momento eleitoral é a força política do ex-governador Eduardo Campos (PSB) como cabo eleitoral. Numa das perguntas, 26% do eleitorado consultado diz que está “entusiasmado” para votar em um candidato apoiado pelo ex-governador socialista.

Foram ouvidos 2.482 eleitores de todo o Estado, entre os dias 28 e 29 de julho. A margem de erro é de dois pontos percentuais

Por outro lado, 21% disse preferir votar naquele de oposição ao líder socialista. Isto é, uma pequena diferença de cinco pontos percentuais. Mas é em cima dos “indiferentes” a Eduardo que está o fator que pode pesar a favor ou conta os dois adversários, uma vez que 36% não tem o socialista como referência para fazer o seu voto. 

Os outros quatro candidatos obtiveram um percentual inexpressivo nesta primeira consulta. Apenas Zé Gomes (PSOL) e Jair Pedro (PSTU) pontuaram, cada um, 1%. Os demais, Miguel Anacleto (PCB), Pantaleão (PCO) não conseguiram pontuar. 

Do JC Online

Tudo para sua Casa e Construção 081 3746-1412

Tais doido não: Candidato pede apoio a maconheiros para se eleger


Um dos mais polêmicos candidatos nas últimas eleições municipais de Florianópolis está de volta. O presidente THC, personagem utilizado por Lucas de Oliveira para defender a descriminalização da maconha lançou nesta sexta-feira a campanha para o cargo de deputado federal pelo PSDB.

Presidente THC é uma clara referência ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e, principalmente, ao princípio ativo da cannabis. Nas últimas eleições, Oliveira causou polêmica ao utilizar bonecos gigantes e gritar maconha pelas ruas da cidade.

Na tarde desta sexta, o presidente THC reuniu militantes na escadaria da Catedral Metropolitana de Florianópolis. O ato serviu para marcar o início de sua campanha. 'A nossa campanha é muito mais cultural do que político-partidária', disse. 'Queremos debater o tema, que já ganhou força no Uruguai e nos Estados Unidos, com o controle do estado sobre a maconha.'
'A palavra maconha engloba muitas outras coisas, como educação, segurança e, principalmente, saúde. Queremos fazer uma política diferente e, por isso, nossa campanha vai fazer com que maconheiros e famílias busquem coisas positivas para a sociedade.' 

 (Do Portal Terra - Fabrício Escandiuzzi)

Jataúba tem Casa Frios Araújo

Passando para desejar a todos leitores deste Blog, um belo final de semana!!!

Adolescente de 15 anos toma veneno de Rato na Vila do Jundiá.

Foto

Momento em que a garotinha estava sendo socorrida. 

Na noite desta sexta-feira (01) por volta das 22 horas no hospital de nossa cidade, um popular chegou ao mesmo com uma menor “C” de 15 anos de idade que tinha ingerido veneno de Rato. Segundo informes passado pelo o popular que a socorreu, é que ela ingeriu o veneno e foi brincar com suas coleguinhas e em poucos minutos ela desmaiou caindo no meio da rua, já a sua mãe que também veio acompanhando a mesma se mostrou muito fria, nem se  importava com o fato que estava acontecendo em sua frente. Veja como se expressou a Mãe da garotinha ao ser interrogada por nossa equipe.  

“Eu não estou nem ai, ela fez isso porque quis, eu vou me operar amanhã e não quero quebra a cabeça com isso não”

E ainda continuei a pergunta algo a mãe da garota que nem quis falar o seu nome, mais ela continuou a ignorar o estado grave que se encontrava sua filha.


“eu a mandei arrumar um lugar para ficar porque eu tinha que me operar,  pois ela ficou meios desgostosa, e agora eu estou é pensando na minha operação num era nem pra eu está aqui, porque vou sair amanhã cedo”. Esta era a maneira que se expressava a senhora muito fria sobre o caso que diante seu olhos estava acontecendo. 

A menina foi transferida para o Hospital de Brejo da Madre de Deus, porque no momento não havia médicos no hospital  de Jataúba, pois o mesmo tinha saído em uma ocorrência, segundo informações a garota foi medicada e já se encontra em sua residencia se recuperando graças a Deus. 

Collar Blog Jataúba News. 

O point da Juventude Jataubense