terça-feira, 21 de outubro de 2014

Câncer de mama é mais agressivo no Norte e Nordeste



Embora registrem menor número de casos de câncer de mama, as Regiões Norte e Nordeste são as que têm a maior incidência de tumores mais agressivos, revela estudo inédito divulgado pela Sociedade Brasileira de Mastologia, por ocasião do Dia Internacional Contra o Câncer de Mama, celebrado neste domingo (19).


Durante dois anos, os pesquisadores analisaram as características dos tumores de mama de 5.687 mulheres em todas as regiões do País. Eles foram divididos em cinco tipos, de acordo com o grau de agressividade, sendo o luminal A o menos agressivo e com maiores chances de cura e o triplo negativo o mais agressivo e com menos possibilidades de tratamento.


O estudo mostrou que no Sul e Sudeste a incidência do tumor triplo negativo é de aproximadamente 14%, enquanto no Norte o índice sobe para 20,3% e no Nordeste e Centro-Oeste, vai para 17,4%. Já os tumores do tipo luminal A representam 30,8% dos casos relatados na Região Sul e 28,8% no Sudeste. A frequência desse tipo de câncer cai para 24,1% no Nordeste, 25,3% no Norte e 25,9% no Centro-Oeste.

Segundo Filomena Carvalho, professora associada do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina da USP e uma das autoras do estudo, as diferenças nas incidências dos diversos tipos de tumores, de acordo com a região do Brasil, mostram que o aparecimento de determinado câncer tem a interferência de questões raciais e ambientais. "Outros estudos internacionais já mostraram que mulheres afrodescendentes tendem a apresentar tumores de mama mais agressivos. No Norte e Nordeste, a taxa de população negra é maior. O calor também pode ser um fator que influencia nas mutações genéticas", diz ela, que integra a SBM e liderou o estudo ao lado do pesquisador Carlos Bacchi, diretor do laboratório Bacchi, de Botucatu.


Moradora de Salvador, a farmacêutica Isabele Maiara de Oliveira e Silva, de 34 anos, descobriu o câncer de mama há pouco mais de um mês. Por causa da agressividade da doença, ela foi submetida à cirurgia de retirada do tumor e da mama 20 dias depois. Embora ainda esteja aguardando os resultados da biopsia, a principal hipótese é de que ela tenha o tumor do tipo triplo negativo.

"Eu fazia ultrassom da mama todos os anos. Só não fazia mamografia porque, pela idade, ainda não tinha indicação. De um ano para o outro, esse tumor surgiu e, quando descobri, já tinha dois centímetros. Ele crescia muito rápido", conta ela, que agora terá de passar por quimioterapia e radioterapia.

A analista de sistemas Denise Guedes Marques Amadeu, de 49 anos, de São Paulo, passou, há cinco anos, por processo similar ao de Isabele. "Tive de fazer a cirurgia, químio e radio. A sorte foi que descobri o tumor logo no começo, e o tratamento foi iniciado rapidamente", conta ela. Denise teve um tumor do tipo luminal A, o que tem as maiores chances de cura. "É bom as pessoas saberem que o diagnóstico de câncer de mama não é uma sentença de morte. E mesmo o trauma da retirada da mama pode ser minimizado com a cirurgia de reconstrução", diz.

Prevenção

Para Filomena Carvalho, o estudo das diferenças geográficas dos tumores é importante para o estabelecimento de políticas públicas de prevenção e diagnóstico mais eficazes para cada contexto. "Embora a gente não saiba com certeza as causas dessas diferenças, elas devem nortear toda a estratégia de prevenção. No caso de regiões com maior incidência de tumores mais agressivos, o diagnóstico precoce é ainda mais importante", defende.

Folha de Pernambuco

A nossa Farmácia.

Discussão de trânsito termina com homem gravemente ferido em Santa Cruz do Capibaribe



Foto: Thonny Hill.

Na noite de ontem (19), uma discussão de trânsito quase termina em tragédia. O fato aconteceu na Rua Júlia Aragão, Nº 21, Bairro Novo.

De acordo com informações prestadas pelas vítimas, quatro pessoas de uma mesma família, que estavam em um carro de passeio, seguiam pela Rua Cabo Otávio Aragão quando um grupo de motociclistas vinha realizando manobras perigosas em frente ao carro em que estavam.

Irritado, o motorista (conhecido como “Galego do Lava Jato”) seguiu o grupo e, ao chegarem até a rua citada, todos pararam e foi iniciada uma discussão.

Um dos motociclistas, de posse de um capacete, agrediu o motorista do carro de passeio, que desmaiou e bateu fortemente a cabeça no chão, ficando com um corte profundo na cabeça.

Em seguida, parte do grupo agrediu o namorado da filha do motorista e as agressões só cessaram após muito bate-boca, inclusive de uma das mulheres que acompanhava o grupo.

O grupo fugiu logo em seguida e o comerciante ficou no chão, em estado de choque, sendo amparado pelos familiares e por pessoas que passaram pelo local.

O Samu foi acionado e fez os primeiros socorros, levando o comerciante até o Hospital Municipal. Uma viatura da polícia militar, que veio acompanhando a ambulância, realizou rondas na tentativa de encontrar o grupo, mas sem sucesso.

Já o namorado e a filha do motorista prestaram queixa das agressões na delegacia, dando algumas descrições do grupo, inclusive a placa e modelo de um dos veículos.

Fonte Blog Ney Lima 



A namoradinha da cidade

Pernambuco deve reduzir ritmo de investimentos

:

O governador de Pernambuco, João Lyra Neto (PSDB) admitiu que o Estado poderá reduzir o nível de investimentos nos dois meses finais do seu mandato para poder adequar-se à lei de Responsabilidade Fiscal. Segundo Lyra, a meta é encerrar o exercício financeiro de 2014 até o dia 30 de novembro, deixando o mês de dezembro para adequação total à LRF. Segundo o Jornal do Commercio, a possibilidade de redução no ritmo das obras teria sido admitida pelo governador a pelo menos dois interlocutores e serviria para aumentar as reservas do tesouro estadual.

Uma das razões para a diminuição no ritmo das obras está no atraso do Governo Federal em renovar o Programa de Ajustamento Fiscal (PAF), necessário para a liberação de empréstimos aos estados. A previsão do Governo de Pernambuco era de investir cerca de R$ 3,07 bilhões ao longo deste exercício. Este valor, contudo, foi revisto em função da não liberação de R$ 1,52 bilhão que já estavam previstos e aprovados.

Lyra, contudo nega a possibilidade de retaliação por parte da União pelo fato do PSB ter deixado a base do governo da presidente Dilma Rousseff para lançar candidatura própria à Presidência da República. A razão, segundo ele, está ligada as dificuldades pelas quais passa o Tesouro Nacional.

Pernambuco 247 -

Vista-se bem com a..

Vox confirma Datafolha: Válidos, Dilma 52%; Aécio 48%


A pesquisa do Instituto Vox Populi, encomendada pela TV Record, Record News e R7, divulgada nesta segunda-feira (20) indica que a presidente Dilma Rousseff (PT) permanece numericamente à frente do senador Aécio Neves (PSDB) na corrida à Presidência da República, mas o cenário ainda é de empate técnico entre os candidatos. Os números são semelhantes aos que foram divulgados pelo Datafolha mais cedo (aqui). Considerando apenas os votos válidos, ou seja, descontando-se brancos, nulos e eleitores indecisos, Dilma aparece com 52% enquanto o tucano soma 48%. É com esses números que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) chega ao vencedor da eleição. Também há empate técnico.
 Dilma aparece com 46% das intenções de voto totais e Aécio registra 43% da preferência do eleitorado. Em relação à semana passada, os dois candidatos oscilaram dentro da margem de erro da pesquisa — de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.
No último levantamento Vox Populi, Dilma registrou 45% e Aécio somou 44%. A pesquisa divulgada hoje aponta que brancos e nulos são 5%, e eleitores indecisos somam 5%.
A pesquisa ouviu 2.000 eleitores entre o último sábado (18) e domingo (19) em 147 cidades do País. O levantamento, que tem nível de confiança de 95%, foi registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-01136/2014.

Fonte Blog do Magno Martins 



Venha você também para..