sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Mais um acidente na PE 145 que liga Jataúba ao Brejo da Madre de Deus.


Nesta Sexta Feira 20/12/13 por volta do meio dia na PE 145 que liga Jataúba a Brejo da Madre de Deus, houve mais um acidente automobilístico, desta feita foi um popular conhecido por Levi, o mesmo é da cidade de Matureia PB ele trafegava com seu Celta de Placa MMO 2384.

O mesmo ia no sentido Brejo da Madre de Deus quando perdeu o controle do seu veiculo vindo à capota Varias vezes, diante da tamanha violência do impacto o senhor Levi, sofreu lesões leves pelo corpo, no momento do acidente ele estava com o sinto de segurança. O SAMU foi acionado fizeram os primeiros socorros e o encaminharam para o Hospital. 










Escrito por Collar Blog Jataúba News.

Morre o cantor e Rei do Brega Reginaldo RossiPernambucano teve falência múltipla de órgãos, às 9h40 desta sexta-feira



Foto: Cecília Sá Pereira/DP/D. A Press

Nenhuma metáfora de bar, tristeza ou desilusão conseguirá traduzir, nesta sexta-feira, às 9h40, a dor da partida do Rei do Brega, o cantor Reginaldo Rossi. O artista pernambucano de 70 anos morreu depois de permanecer 23 dias internado no Hospital Memorial São José, na Boa Vista, no Recife. Ele havia sido internado com dores no tórax e nas costas, mas descobriu a existência de um tumor no pulmão, enfrentou sessões de quimioterapia, hemodiálise e precisou de sedação e ajuda de aparelhos para tratar a doença.

Relembre a trajetória de Reginaldo Rossi na galeria de imagens


Morre Reginaldo Rossi, o Rei do Brega (Tom Cabral/SantoLima/Divulgação)

A informação foi confirmada pelo médico Murilo Guimarães, pneumologista do cantor e compositor. Ele teve falência múltipla de órgãos.

Reginaldo Rossi entra para a história da música como uma das vozes mais românticas do país. Em mais de 50 anos de carreira, ele cantou os desencontros do sentimento humano, especialmente ilusões, fetiches, dores e desamores comuns aos relacionamentos. Contemporâneo de uma geração tachada de brega por cantar canções idolatradas pelo povo, ao lado de Odair José, Amado Batista, Wando, Agnaldo Timóteo, Fernando Mendes, entre outros, Rossi inverteu a lógica do rótulo e abriu espaço para um gênero musical marginalizado no Brasil.

O cantor reformulou o conceito de brega e, com músicas e declarações, esfregou na cara da sociedade a incoerência entre a crítica e a vida real. Democratizou os sentimentos, uniu pobres e ricos nas emoções e na mesa do bar, universalizou a dor, o amor, o chifre e a alegria da roedeira ao pé de um garçom, definido por ele como o confessor da humanidade, personagem inspiração para o maior sucesso musical. “Quando o chifre dói, o diploma cai da parede”, “Não há quem não bregue depois de três doses” e “No mundo inteiro, é romântico, mas, aqui, quem faz romantismo é brega” foram frases de uma filosofia levada adiante em mais de 300 composições gravadas ao longo da carreira.

Dono de uma uma cabeleira fora dos padrões de beleza, de uns óculos escuros onipresentes, camisa sempre aberta no peito e uma voz inconfundível, Reginaldo fez sucesso incontestável para além das fronteiras do estado. Começou com o rock e o balanço da Jovem Guarda no grupo Silver Jets. Depois, em carreira solo, enveredou pelas músicas românticas. Dominou o Norte e o Nordeste. Com a canção Garçom, lançada em 1986, chegou ao restante do país e se consolidou como artista nacional.

Reginaldo Rossi assumiu a condição de popular das músicas às declarações. Orgulhava-se de preferir os termos usuais para compor, em vez de se valer das palavras rebuscadas agradáveis apenas à crítica. "Eu canto para o povão", mandou avisar por meio dos médicos, já do leito do hospital. As letras sempre remeteram à simplicidade: a tristeza depois de ser deixado pela pessoa amada, os suspiros nas carícias do casal, a traição, o bailinho, a ausência e a canalhice. Vieram A raposa e as uvas, Mon amou meu bem ma femme, Tô doidão, Deixa de banca, Garçon.

Com o microfone nas mãos, desferiu golpes duros no machismo, ao exigir igualdade amorosa para as mulheres, criticou a hipocrisia homofóbica, deu leveza ao chifre, calo social brasileiro muitas vezes combustível para atos de violência. “Por que o homem pode chifrar, chifrar, chifrar e a mulher não pode fazer nada?”. Rossi deu transparência ao sentimento.

O cantor havia se apresentado pela última vez em João Pessoa, depois de enfrentar três apresentações seguidas no Manhattan Café-Theatro, em Boa Viagem, no Recife. Estava com show marcado no revéillon, no Pina, Zona Sul do Recife, cidade cujo hino informal é uma de suas composições mais adoradas: "Recife, a minha cidade, o meu lugar". Fumante inveterado de mais de dois maços de cigarro ao dia, consumidor de uísque misturado com Coca-Cola e jogador contumaz de pôquer, Reginaldo deixa a esposa Celeide e o filho Roberto. Mais: deixa órfão uma legião de fãs acostumados a cantar, sorrir e chorar ao som de letras capazes de desvendar e espalhar cada retalho da alma humana.

Beyoncé bate recorde com novo álbum




Beyoncé se supera a cada dia. Menos de uma semana após lançar um CD totalmente de surpresa, a diva da música já vendeu mais de um milhão de cópias do trabalho, só nos Estados Unidos, e figura no topo da Billboard 200.

Como se a marca não fosse impressionante por si só, a cantora ainda bateu um recorde com o disco que leva seu nome.

Segundo o site da revista especializada, a esposa de Jay Z é a primeira mulher a chegar ao topo das paradas com todos os primeiros cinco álbuns de estúdio.


MSN







Lula vem morar em pernambuco,

Celulares piratas devem ser bloqueados no Brasil após a Copa





Milhões de celulares no Brasil devem ficar inutilizados depois a Copa do Mundo do ano que vem. Os aparelhos piratas, que não passaram por testes da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), serão bloqueados por conta de um pedido das operadoras de telefonia.

De acordo com a Veja, dados da Anatel indicam que mais de 254 milhões de aparelhos estejam em operação no país e a Agência estima que taxa de celulares não homologados chegue a 20%.

A medida pode representar o fim dos chamados ‘xing-ling’ que devem ser bloqueados com base no cadastro único de códigos internacionais de identificação de dispositivos móveis (Imei, na sigla em inglês). Ele é uma especie de DNA do celular, através do qual a Anatel vai rastrear os aparelhos.


Apesar dos bloqueios começarem após a Copa, o cadastro deve ser implantado já em março de 2014. A partir desse momento, assim que um celular se conectar à rede de uma operadora, o seu Imei será reconhecido e comparado com os registros do cadastro, identificando se o aparelho já foi homologado no Brasil.

A medida deve ser implantada após a Copa do Mundo para evitar que os dispositivos de turistas também sejam bloqueados. Ainda segundo a Veja, as operadoras de telefonia temem que celulares não disponíveis para venda no Brasil e trazidos do exterior podem ainda não estar homologados pela Anatel, impossibilitando que eles sejam usados.


Fonte: Eduardo Silva


Falta de desculpa americana deu vitória ao gripen



A presidente Dilma Rousseff decidiu que o Brasil não compraria os caças F-18 Hornett, da Boeing americana, depois de seu discurso na ONU, em 24 de setembro. Dilma esperava que os Estados Unidos dessem alguma resposta à sua dura fala contra os métodos de espionagem da Agência de Segurança Nacional (NSA). O silêncio americano sepultou as chances do F-18. Dilma ordenou que fossem reestudadas as propostas da francesa Dassault, dona dos Rafale, e da sueca Saab, dos Gripen.

Decidiu pelos Gripen em novembro, mas preferiu esperar a vinda do presidente da França, François Hollande. No dia 12 de dezembro, Hollande chegou ao Brasil feliz e confiante. Em uma conversa reservada, no entanto, ouviu de Dilma que seu avião não fora o escolhido. (ÉPOCA - Leandro Loyola)
Escrito por Magno Martins,


Polícia Civil faz balanço da Operação Ponto Final que prendeu 10 Vereadores em Caruaru




A Polícia Civil de Pernambuco realizou nesta quinta-feira (19) o balanço final da Operação Ponto Final deflagrada na manhã da última quarta feira no município de Caruaru – Agreste do Estado. De acordo com a polícia a principal linha de investigação foi de que os vereadores teriam exigido R$ 2 milhões do poder Executivo municipal para aprovar o empréstimo de R$ 250 milhões junto à Caixa Econômica Federal, para a construção do Bus Rapid Transit (BRT), ligando os bairros das Bandeiras e Alto do Moura. Esse projeto acabou sendo aprovado na Câmara na última terça-feira (17), com 17 votos favoráveis.

O objetivo era prender pessoas suspeitas de envolvimento em esquema de corrupção. Foram cumpridos 10 Mandados de Prisão Preventiva, quatro Mandados de Condução Coercitiva e 13 Mandados de Busca e Apreensão Domiciliar, expedidos pelo Juiz de Direito da 4ª Vara Criminal de Caruaru.

Na execução do trabalho operacional, participam 120 (cento e vinte) Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães. As investigações foram realizadas pela Gerência de Controle Operacional do Interior . O chefe geral da Polícia Civil, Osvaldo Morais, exalta que com a identificação dos participantes do esquema e a prisão de todos eles, a Câmara Municipal da cidade voltará as suas atividades, "A câmara estava parada, pois os acusados exigiam do Executivo propina para aprovar os projetos de lei, e enquanto não houvesse o pagamento, nenhuma proposta seria ratificada", informou.

De acordo com o delegado da Gerência de Controle Operacional do Interior 1, Erick Lessa, os vereadores teriam atentado para a exigência após verificar o valor do empréstimo. O projeto entrou em pauta na câmara no dia 27 de agosto e dois dias após foi retirado da pauta por conta das exigências, e as investigações em trâmite apontou que esses indivíduos estavam veementemente cobrando os valores.

Segundo Lessa em nenhum momento a Gestão Executiva realizou o pagamento da propina, e que repudiava este tipo de contexto. Ainda segundo o delegado, o esquema funcionava desde junho deste ano, mas é possível que a prática de corrupção existia anteriormente.

Cecílio Pedro, José Givaldo Francisco, Joseval Lima, Evadro Ramos., Lourinaldo Florêncio, José Evandro,, Aníval Eduardo, , Erivaldo Soares, Jadiel Nascimento e Jailson Soares,

De acordo com o Gestor do Interior 1, Salustiano Albuquerque os mandados foram expedidos pelo juiz de Direito da 4ª Vara Criminal de Caruaru e todos foram cumpridos.

 Participaram da operação 120 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães. A ação foi coordenada pela Chefia da Polícia Civil. As investigações tiveram início há seis meses e foram efetuadas pela Gerência de Controle Operacional do Interior I. 
Uma coletiva marcada para esta quinta no Recife deve apresentar o resultado final da operação.



Polícia Civil



Hoje o dia de festa é deles!!! Parabéns!!!


Camila Silva


Marcia Arante


Junior Floriano


Katya Virgynia 


Aproveite este dia para desfrutar das coisas boas que fazem você feliz. Feliz Aniversário.  Desejos do blog Jataúba News