sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Balança comercial tem maior déficit mensal da história


Agência Brasil (Brasília) – A balança comercial brasileira fechou o primeiro mês do ano com déficit de R$ 4,035 bilhões, pior resultado mensal desde o início da série histórica em 1993. Anteriormente, o resultado mais fraco havia sido déficit de US$ 1,7 bilhão em dezembro de 1996. O saldo negativo é três vezes superior ao déficit de R$ 1,3 bilhão registrado em janeiro de 2012. A diferença é resultado do forte volume de importações e à queda nas vendas para os principais parceiros comerciais do Brasil.
As compras do país ficaram em US$ 20,003 bilhões, resultado recorde para meses de janeiro, contra exportações de US$ 15,968 bilhões. Os dados foram divulgados hoje (1°) pelo Ministério do Desenvolvimemnto, Indústria e Comércio Exterior. As importações do Brasil cresceram 14,6% ante janeiro do ano passado e 3,9% em relação a dezembro.
Na comparação anual, aumentaram as compras de produtos dos Estados Unidos. Houve elevação de 32,1% na aquisição de gasolina, veículos de carga, veículos para via férrea, motores geladores elétricos, aviões, óleos combustíveis e outros. Do Oriente Médio vieram petróleo, produtos químicos e eletroeletrônicos, com alta de 2,7% e da África crescimento de 21,2% em função do petróleo, gás e da castanha de caju. Na comparação mensal com dezembro, a compra de combustíveis e lubrificantes do exterior teve alta de 55,7%.
As exportações retrocederam 1,1% na comparação com janeiro de 2012 e caíram 26,5% frente ao mês passado. A queda anual foi puxada pelo petróleo (-69,5%), café em grão (-16,2%), farelo de soja (-11,9%), fumo em folhas (-7,1%), minério de cobre (-8,9%) e pela carne de frango (-4,5%). O recuo deveu-se principalmente aos produtos básicos, já que as vendas externas de manufaturados e semimanufaturados cresceram 6,6% e 1% respectivamente. As exportações de bens básicos recuaram 5,9%.
De acordo com o ministério, nos últimos 12 meses, houve decréscimo nas vendas para os principais mercados que adquirem bens do Brasil. As exportações para os EUA caíram 19,6% na comparação anual. Os motivos foram redução das compras petróleo bruto, celulose, autopeças, partes de motores para veículos, café em grão, semimanufaturados de ferro e aço, motores, geradores elétricos e compressores.
O comércio com a China recuou 5,8% devido à retração nas vendas de medicamentos, partes de motores de veículos, plásticos, suco de laranja congelado e autopeças. Para a América Latina e Caribe as exportações caíram 5%, e para o Mercosul, 0,1%. A Argentina foi a maior responsável pela queda no comércio com o bloco latino-americano, com retração de 2,3% na aquisição de tratores, pneus, papel e cartão; de motores para veículos, veículos de carga e bombas e compressores brasileiros.
As exceções na queda das exportações brasileiras foram os mercados da Europa Oriental (alta de 50,9%), Oriente Médio (elevação de 25,5%), União Europeia (aumento de 9,1%) e África (alta de 2,6%).

    PF divulga balanço da Campanha do Desarmamento em PE



    A Polícia Federal em Pernambuco divulgou, através de nota, o balanço da Campanha do Desarmamento no Estado. O relatório informa que já foram recolhidas 3.055 armas de fogo e 9.695 munições desde 23 de maio do ano passado até o último dia 31, totalizando 556 dias de campanha. O Recife foi a cidade com o maior número de equipamentos recolhidos, com um total de 2.248 armas.

    No Brasil, já foram recolhidas mais de 61 mil armas de fogo, ultrapassando o número de armas recolhidas na operação de 2008/2009, que foi de quase 32 mil revólveres, espingardas, pistolas, entre outros. São Paulo lidera o ranking nacional com cerca de 17 mil. As armas arrecadadas são encaminhadas ao Exército Brasileiro para sua posterior destruição.

    A Campanha do Desarmamento incentiva a entrega voluntária de armas em troca de indenizações que variam entre R$ 150 e R$ 450 reais, a depender do tipo de arma e do calibre. A campanha também recebe armas de brinquedo, munições, simulacros, armas artesanais ou de fabricação caseira, estas sem pagamento.

    Roberto Carlos veta versão de”Esse Cara Sou Eu” do Aviões do Forró


     

    E a polêmica envolvendo Roberto Carlos, Aviões do Forró e a música “Esse Cara Sou Eu” continua. Depois de pedir a retirada do ar na internet o vídeo exibido no “Big Brother Brasil”, no qual o participante Dhomini é embalado pela versão da dupla cearense para o sucesso recente do Rei, além de ter proibido uma nova veiculação da versão, o cantor se pronunciou sobre o caso.
    “Não tenho restrição quanto à música ser cantada em shows, mas para alguém gravar, precisa pedir autorização, e eu não recebi nenhum pedido para ‘Esse Cara Sou Eu’. E não a liberaria agora, porque essa música na minha interpretação ainda não completou seu ciclo, não é o momento de ela ser regravada. Depois que passar um tempo, eu libero. Tem gente que já gravou essa canção e eu acho uma falta de respeito alguém gravar sem pedir a autorização ao autor”, falou Roberto Carlos, segundo o jornal “O Dia”.
    Surpreso com o veto, o Aviões do Forró nega que tenha gravado a música. “Nunca! O que ocorre é que o grupo atende pedidos da plateia nos shows, em diversos festivais de música pelo País, e a maioria é transmitido via rádio ou televisão. Deve ter sido daí que veio essa gravação que colocaram no ‘BBB’. Seria uma honra o Aviões do Forró gravar algum clássico ou participar de algum musical com o Rei”, explica o grupo através de seu assessor de imprensa, Júnior Farias.
    O disco com a música “Esse Cara Sou Eu” já vendeu dois milhões de cópias.

    Homens que ajudam nas tarefas de casa fazem menos sexo


      
    Image
     
    Quanto mais tempo um homem casado dedica às tarefas domésticas, como cozinhar e lavar a louça, menos relações sexuais tem com sua mulher, segundo um estudo divulgado na edição de fevereiro da revista "American Sociological Review".
    O contrário ocorre quando o marido se dedica ao jardim ou ao seu carro, segundo as conclusões dos pesquisadores do Instituto Juan March de Madri, na Espanha, e da Universidade de Washington, nos EUA.
    7002 entrevistados e buscaram destacar "a importância dos papéis tradicionalmente concedidos a cada um dos sexos" e sua influência na frequência das relações sexuais em um casamento heterossexual.
    "Existe um tipo de cenário sexual bem definido para cada gênero, no qual a gestão segundo esse gênero é importante para o desenvolvimento do desejo sexual", afirma Sabino Kornrich, pesquisador do Instituto Juan March, que fez o estudo ao lado das sociólogas americanas Julie Brines e Katrina Leupp.
    Mas as conclusões da pesquisa, segundo os cientistas, não deve levar os homens a deixar de ajudar na manutenção do lar.
    "Recusar-se a participar das tarefas domésticas provoca conflitos no casal e insatisfação das esposas", diz Kornrich.

    Ônibus Clandestino que vinha de São Paulo capota aqui no Agreste


    Ônibus da Telestur Locadora que vinha de SP para PE capota na BR-423. Testemunhas contam que o motorista teria perdido o controle da direção. Veículo trazia nove passageiros de São Paulo para o Recife.

    Um ônibus clandestino que vinha de São Paulo para o Recife capotou hoje (31) na BR-423, próximo a Cachoeirinha, Agreste do estado. Ele perdeu o controle e foi parar em um Sítio às margens da pista.

    Dezenas de curiosos pararam para olhar o ônibus. Ele vinha com dois motoristas e oito passageiros. O acidente foi por volta das 6h na BR-423.




    Testemunhas informaram que o motorista tentou desviar de um carro de passeio. Ele teria perdido o controle da direção, foi para o outro lado da pista, passou pelo acostamento e foi parar em um sítio às margens da BR.

    O combustível ficou espalhado perto do ônibus. Com o capotamento, o veículo ficou de cabeça para baixo. Os passageiros precisaram sair pelas janelas.

    De acordo com informações da polícia de Belo Jardim, também no Agreste, nove pessoas estariam dentro do ônibus. Três ficaram feridas. Dois deles, o motorista Samuel Raimundo Pires e o passageiro Júlio Ferreira Dutra deram entrada no HRA, passam bem, mas não tem previsão de alta.

    João Lyra Neto diz que situação de Fernando Lyra é irreversível




    Fernando, acompanhado por João Lyra Neto e Raquel Lyra.

    O vice-governador João Lyra Neto falou, ao vivo, ao programa Show da Cidade desta quinta-feira (31) sobre o estado de saúde do ex-ministro da Justiça, Fernando Lyra. Ele disse que o quadro vem se agravando ao longo dos últimos dez dias e na madrugada desta terça-feira, às duas horas da manhã, Fernando precisou ser entubado porque estava com muita dificuldade de respiração. “E voltou com muita força a infecção urinária que ele estava conseguindo debelar. Ontem, ele passou o dia sedado”, citou.

    João Lyra contou que teve acesso a um relatório médico dizendo que a situação do ex-deputado é praticamente irreversível. “Ele está sereno, sedado e entubado, sem aquele sofrimento que esses momentos propiciam, e nós estamos aguardando, com muita fé e com muita esperança, agradecendo a solidariedade de muita gente, não só de Caruaru, mas de Pernambuco inteiro”, explicou.

    Fernando Lyra com Raquel e João Lyra Neto.

    Os familiares de Fernando Lyra estão todos no InCor, acompanhando de perto o seu estado de saúde, mas conscientes da dificuldade, de acordo com o vice-governador. “Toda a família está aqui o acompanhando com muita serenidade, mas com muito realismo. A situação é dificílima, praticamente irreversível. Ao meio-dia teremos uma reunião com a equipe médica para que possamos saber como ele passou as últimas doze horas”, adiantou.

    Da Central de Jornalismo Liberdade.