segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

"A gente rachou. Diogo vai apresentar Helinho junto com o Zé Augusto e com quatro ou cinco vereadores" Declara Fernando Aragão

Foto: Blog Direto ao Ponto

As incertezas e a falta de um consenso, põe em cheque a união do grupo que pretende acabar com hegemonia do prefeito Edson Vieira, na cidade de Santa Cruz do Capibaribe.

Faltando pouco mais de sete meses para o pleito municipal, os bastidores da política na cidade de Santa Cruz do Capibaribe continuam em total ebulição. Ao contrário do grupo ‘boca preta’ que já tem Dida de Nan como pré-candidato oficial, o grupo ‘taboquinha’ vive o dilema da espera para ver quem será o candidato majoritário do grupo nestas eleições.

Após as eleições de 2016, Fernando Aragão vinha sendo a bola da vez e com grandes chances de ser novamente o candidato, porém, com as conjunturas realizadas para as eleições de 2018 o cenário mudou e Fernando corre sério risco de ficar de fora da disputa, ou pelo menos de não ser o nome escolhido para representar o grupo ‘taboquinha’. Toda essa polêmica se deu após o deputado estadual Diogo Moraes (PSB), dar declarações de que seria pré-candidato a prefeito, atendendo a um pedido do governador Paulo Câmara. Diante dos fatos e de toda repercussão, ao que parece o deputado recuou da ideia e deverá apresentar Helinho Aragão como o candidato do grupo taboquinha, que em breve se filiará ao PSB, concretizando assim as declarações de Diogo, que em entrevistas falou que o candidato sairia pelo PSB.

Todo esse impasse só apimenta ainda mais os ânimos dentro dos taboquinhas, pois dificilmente Fernando Aragão aceitará esta decisão. Já não bastasse essas polêmicas, circulou na tarde deste domingo 16/02 em grupos de WhatsApp um áudio de Fernando Aragão, onde ele diz que o grupo taboquinha está rachado. Mas apesar desses impasses o mesmo está disposto a sentar e conversar com o grupo para que se chegue a um denominador comum, caso contrário, ele irá sentar com seus apoiadores e analisarão as pesquisas internas e a partir disso tomarão uma decisão.

Todo esse imbróglio só favorece o prefeito Edson Vieira, pois se o grupo taboquinha sair rachado nestas eleições, fica mais fácil emplacar Dida de Nan, mas caso consiga entrar em consenso, a disputa fica mais acirrada e os taboquinhas tem chances reais de voltar ao comando do poder executivo na cidade de Santa Cruz do Capibaribe após oito anos. Lembrando que de longe está Alan Carneiro, vendo tudo de camarote e pescando votos de pessoas que não comungam mais com o grupo Boca preta ou com o grupo taboquinha.

Escute o áudio na íntegra:

(Fonte: WhatsApp)
Diogenes Ramos/ Blog do DidiRamos

Resultado da enquete realizada pela página página Jataúba News.



A política jataubense está ganhando um contorno de um pleito super desputado nas eleições deste ano de 2020. 

Nesta última semana a página do blog Jataúba News, fez uma enquete usando as imagens da Dr. Cátia e do vice-prefeito Jackson Buraco, onde a disputa voto a voto foi intensa. 

A enquete durou 6 dias e mil setecentos e treze internaltas participaram da mesma, no embate da rede social facebook Buraco saiu vencedor com 878 votos, somando 51% dos internautas a seu favor, já a Dr Cátia ficou com 835 votos obteve 49% da preferência. 

Vale salientar que, esta enquete não tem valor científico algum, para os fins eleitorais do nosso município ou de quaisquer outra região.


Collar Blog Jataúba News

Bolsonaro não se importa com a pobreza, diz Humberto em agenda no sertão

Humberto em visita ao Sertão do Pajeú

Em visita ao Sertão do Pajeú, na última sexta-feira (13), onde inaugurou obras e entregou equipamentos, o senador Humberto Costa (PT-PE) afirmou que o governo Jair Bolsonaro vem implantando uma agenda anti-povo, que acaba com os direitos da população e desmonta as políticas sociais. Para o senador, as medidas têm provocado a explosão da informalidade e o aumento da distância entre ricos e pobres no país.
Dignidade:

“Nossa luta no Senado é para garantir a dignidade do nosso povo, que está sofrendo com essa política do governo Bolsonaro. Nem o presidente, nem os seus ministros têm respeito pelo povo brasileiro, eles não se importam com a pobreza. E já mostraram que não gostam do Nordeste ou dos mais pobres.

Seguimos reafirmando o nosso compromisso de defender a região para que ela volte a ser prioridade e que a gente possa sonhar e garantir um futuro melhor para os nossos filhos e netos”, afirmou o parlamentar, em agenda no município de Tabira, onde participou da inauguração da Academia da Saúde.

O novo espaço de lazer da cidade fica localizado no bairro de Riacho do Gado e irá beneficiar dezenas de pessoas da localidade e de toda vizinhança. A academia é fruto de uma emenda parlamentar do senador, no valor de R$ 125mil. O evento contou com a presença do prefeito do município, Sebastião Dias, e do deputado federal Carlos Veras (PT-PE).
Agenda:

Mais cedo, o senador também cumpriu agenda no município de São José do Egito, onde entregou equipamentos agrícolas para a Associação de Desenvolvimento Comunitário de Fazenda Nova.

O material foi adquirido por intermédio da Codevasf e é resultado de uma emenda de R$ 134.837,99 de Humberto. Foram entregues para a população trator, ensiladeira, sucador, carreta, pulverizador, guincho, microtrator e roçador.

Segundo o senador, os novos equipamentos irão fortalecer a agricultura familiar da região. “A agricultura familiar é uma fonte importante de renda para a região e é responsável por fornecer a maior parte dos alimentos à população.

Por isso, precisamos sempre buscar alternativas que fortaleçam o trabalho do agricultor. Uma das prioridades do nosso mandato é conseguir recursos para cada município do nosso Estado porque a gente sabe que cada ação dessa interfere diretamente na vida de milhares de pessoas, traz emprego, garante qualidade de vida”, afirmou.

Lula diz que PT não pode abrir mão de candidatura de Marília Arraes no Recife

(Foto: Internet)

Em entrevista publicada neste domingo (26) no portal UOL, o ex-presidente Lula afirmou que o partido deixará o apoio ao PSB em caso de segundo turno, e que o mesmo “vale para Fortaleza, João Pessoa, Natal, Salvador”. Na ocasião, Lula confirmou que o Partido dos Trabalhadores (PT) terá candidatura própria nas eleições municipais de 2020 do Recife e que, ‘Marília [Arraes] deve ser candidata’.

“O PT não pode abrir mão de ter uma candidatura própria em Recife Quando chegar em 2022, o PSB vai pedir outra vez para o PT não ter candidato a governador depois de quatro de quatro mandatos? Será que o PT não pode ter a oportunidade de ter candidatura própria? O PT vai ter candidatura própria, a Marília deve ser candidata do PT. Se ela não for para o segundo turno, ela apoia o João Campos ou outro candidato que fizer aliança com o PT. Isso vale para Fortaleza, João Pessoa, Natal, Salvador”, disse Lula.

O posicionamento do líder veio quando foi questionado pela reportagem se nesta eleição o cenário será semelhante à disputa municipal de 2012, quando concorreram o atual prefeito Geraldo Júlio (PSB) e o senador Humberto Costa (PT). Em resposta, Lula disse que “o PT já apoiou o governador Eduardo Campos duas vezes. O PT apoiou o atual governador duas vezes. O PT já apoiou o prefeito deles duas vezes. Agora, vai ter uma eleição. Nós temos a Marília Arraes, que é uma figura pública importante no Estado, deputada federal. Tem o João Campos, que é o filho de Eduardo Campos, que também quer ser candidato”.

PSB x PT

Na última semana, a deputada federal Marília Arraes, em entrevista à Rádio Jornal, voltou a defender uma candidatura do Partido dos Trabalhadores à Prefeitura do Recife e fez críticas à gestão do PSB no Estado e na capital.

“Tem sido tratado dentro do PT a possibilidade de lançar candidatura nas principais capitais e o Recife é uma das que o PT aponta maior probabilidade de estar no segundo turno. É estar na disputa, pois time que não joga não tem torcida”, disse a petista na última sexta-feira (24).

Sobre Geraldo Julio, a deputada federal deputada disse que o prefeito do Recife precisa parar de colocar a culpa dos problemas da cidade nas costas do governo federal. “A questão nacional tem um peso na eleição, mas o que não pode é ficar jogando a responsabilidade para o governo federal. Temos que tomar as rédeas. Em 2016, Geraldo disse que a culpa de tudo era do PT, disse ”tira essa mulher” com Dilma Rousseff, reclamou que o governo não tinha ajudado e agora em 2018 fizeram campanha colocando culpa em Bolsonaro”, comentou.

Com informações do Jornal do Commercio

Caminhoneiros divergem sobre paralisação


Neste fim de semana, circularam nas redes sociais vídeos em que caminhoneiros ameaçam realizar uma nova paralisação. Entretanto, o tema diverge a classe no estado de Pernambuco. Um lado afirma que irá cruzar os braços nesta quarta-feira (19), na BR-101, perto da fábrica da Vitarella, no Cabo de Santo Agostinho. Já outra parte descarta parar os serviços e prefere aguardar a audiência de conciliação com patrões, marcada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para o dia 10 de março.

O estresse na classe começou na última quinta-feira (13), quando o ministro do STF Luiz Fux atendeu a um pedido da Advocacia-Geral da União (AGU) e tirou de pauta o julgamento de constitucionalidade da lei 13.703, que estabelece valores mínimos para o frete. O texto foi questionado por setores empresariais, como a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e deveria ser julgado nesta nova semana que se inicia. Agora, não há mais data prevista para análise da questão.

Outro ponto que irrita os caminhoneiros é o preço do combustível, que cresce de acordo com o ICMS aplicado por cada governo estadual. Na gasolina, a taxa é de 29%. Já no óleo diesel - utilizado em caminhões -, o valor é de 16%. 

O caminhoneiro Marconi França, figura conhecida por convocar o segmento para realizar protestos, diz ser “inaceitável” a manobra do governo federal no STF. “Está marcada essa reunião de conciliação, mas isso é só para o governo ganhar tempo. Não há acordo. Querem que a nossa lei seja referencial, mas já foi testado isso na época do Governo Dilma (2011-2016) e não deu certo. A lei tem que ser referencial”, afirma. 

“Vamos fazer apenas manifestos segunda (17) e terça (18). Mas na quarta (19), pela manhã, vai ter paralisação. E além dos caminhoneiros, chamamos também a sociedade para se engajar. Porque também estamos reclamando do ICMS aplicado no combustível aqui em Pernambuco. Se o valor não fosse tão alto, a gasolina custaria R$ 2,80, no máximo”, acrescenta.

O presidente do Sindicato dos Transportadores Autônomos de Cargas de Pernambuco (Sintracape), Wilton Nery, nega que a instituição irá aderir ao protesto. “Pode ser que tenham paralisações, mas de outros movimentos. A orientação que temos é de aguardar para ver como fica a negociação”, explica ele, que é representante da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) no estado.

Procurado, o governo de Pernambuco estranhou o valor do ICMS estar dentro do pleito: “Desde abril de 2019, a alíquota sobre o diesel é 16% para caminhoneiros - a menor do Nordeste”. O valor arrecadado é encaminhado para o Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecep). A reportagem não conseguiu contato com a União.

Por Diario de Pernambuco

Coronavírus: número de mortos na China passa de 1,7 mil

Por G1

O número de mortos na China por Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, chegou a 1.770 neste domingo (16), informaram autoridades de saúde locais. O total de casos confirmados ficou em 70.548, aumento de 2.048 em um dia.

Somente na província de Hubei, epicentro do coronavírus na China, foram registradas mais 100 mortes e 1.933 casos confirmados da doença entre este sábado (15) e domingo (16). Estes números incluem o balanço do dia da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais a morte registrada em Taiwan.

Apenas na região de Hubei são 58.182 pacientes com o vírus e 1.698 mortes desde o início do surto. 6.639 pacientes receberam alta do hospital. 40.814 pessoas estão em tratamento hospitalar e outras 71.613 estão sob observação médica.

Os números de novos casos na região vem caindo há 4 dias. Os dados apresentados pela OMS na manhã deste domingo, ainda não tem os número atualizados dos novos casos apresentados pela província chinesa.

Blog do Magno Martins.

Helinho Aragão deverá ser pré-candidato a prefeito pelo PSB em Santa Cruz do Capibaribe.


O vereador Helinho Aragão (PTB) está prestes a ser anunciado como pré-candidato a prefeito pelo PSB em Santa Cruz do Capibaribe. De acordo com informações de bastidores, uma reunião com parte da bancada de oposição da Câmara de Vereadores e o deputado estadual Diogo Moraes teria ocorrido na tarde desta sexta-feira (14), em Recife segundo informações repassadas para o Blog do Alberes Xavier. 

No encontro, todos teriam concordado que o nome do vereador petebista seria o que reunia o maior número de apoiadores do grupo, ocasionando na união de várias lideranças. 

A pré-candidatura de Helinho Aragão ocuparia a do deputado estadual Diogo, que permaneceria na Alepe e garantiria estrutura do Governo do Estado para a campanha do petebista, que possivelmente irá se filiar ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), no período de janela partidária.

*Fernando Aragão* – O ex-vereador afirmou em entrevista a Rádio Polo FM, que sua pré-candidatura continua firme e que tem angariado apoios, além de ainda acreditar que o grupo poderá lhe apoiar.

Os próximos capítulos tendem a balançar as estruturas do grupo Taboquinha, que deverá ir, pela primeira vez na história, com duas candidaturas a prefeito no município.

Blog do Alberes Xavier