sábado, 2 de fevereiro de 2013

Segundo presidente do TCE, Caruaru e Olinda têm piores índices de fracasso escolar entre municípios com mais de 200 mil habitantes em PE


Teresa Duarte
Com informações de Fernandino Neto, da Rádio Liberdade
Segundo a presidente do Tribunal de Contas  Pernambuco (TCE-PE), Teresa Duere, Caruaru e Olinda possuem os piores índices de fracasso escolar entre os municípios com mais de 200 mil habitantes em Pernambuco. A informação foi divulgada em entrevista à Rádio Liberdade, na manhã da quinta-feira (31). Os dados são do Ministério da Educação e compreendem o final de 2011 e início de 2012.
O fracasso escolar tem a ver com os índices de reprovação e evasão nas escolas. De acordo com Teresa Duere, os índices no Agreste não são bons. “Temos um diagnóstico sobre a educação e Caruaru não está bem no ranking. É por isso que estamos criando um Portal do Cidadão para de forma transparente mostrarmos dados como esse à população”, destacou.
A presidente também criticou a questão do aterro sanitário no município. “Caruaru é uma cidade aonde se iniciou um trabalho de aterro sanitário que todos achavam que iria dar certo. Entretanto, não só está esgotada a sua capacidade, sem nenhuma previsão imediata, como também existe o problema com a empresa que presta serviços nessa área ao município. A própria Prefeitura está pagando quase 1 milhão de reais”, comentou.
Tereza Duere revelou que o prefeito José Queiroz deve comparecer ao Tribunal no dia seis de fevereiro para assinar um Termo de Ajuste Gerencial em relação à questão do aterro sanitário que, segundo a presidente, é uma situação gravíssima. “No mês de março, vamos promover um encontro com os prefeitos e presidentes de Câmaras do Estado para fecharmos parcerias e orientar sobre os temas que devem ser prioridades nas administrações. O Tribunal de Contas não será apenas um órgão fiscalizador, nós queremos resultado. Inclusive, seremos rigorosos na avaliação da prestação de contas referentes a 2012”, alertou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário