sábado, 8 de março de 2014

Bartol Neves vem a publico esclarecer os acontecimentos que houve neste carnaval.



Venho de público esclarecer alguns pontos sobre o assunto que está sendo publicado envolvendo meu nome e de minha família, nesse momento ainda estou na cidade de Tamandaré junto com alguns amigos e familiares, e fui pego de surpresa coma as postagens e comentários em páginas de facebook de algumas pessoas de Santa Cruz e principalmente de São Domingos.

Gostaria de me ater ao que aconteceu na terça-feira (04), quando acabei me desentendo com algumas pessoas de minha família, estamos todos bebendo e brincando, quando uma das pessoas não gostou do que falei e falou três vezes que eu não era homem e isso me irritou muito e acabei discutindo com essa pessoa, então teve início uma discussão generalizada e eu acabei falando coisas desagradáveis, as quais eu me arrependo muito e reconhecendo meu erro, já pedi desculpas a todos que estavam na casa e por ser um home público peço desculpas ao povo de Santa Cruz e São Domingos.

Em certo momento o pai da menina que estão afirmando que eu agredi e isso vai ter que provar na justiça, saiu da casa aqui em Tamandaré e foi até a delegacia tentar prestar queixa de mim, mas de imediato, outra pessoa que também estava no momento da discussão foi até a delegacia e explicou que estava tudo bem e que teria sido um desentendimento, o policial que estava no plantão entendo que não havia necessidade de sua presença na casa falou que mandasse eu me acalmar e resolvesse conversando.

Afirmo aqui para todos os fins que durante a discussão minha não foi com minha esposa e sim com uma de suas irmãs, minha mulher estava junto com todos dentro da residência, E NÃO ESCONDIDA, como falaram de maneira venenosa e leviana, em seguida já estávamos conversando e tudo “tranquilo” e minha companheira saiu para procura seu filho que é meu enteado, foi então que a menina que anda dizendo que lhe agredi, chegou da Rua e eu perguntei duas vezes se ela tinha visto minha esposa e a garota falou que não, então segurei em seu braço e perguntei mais uma vez e ela falou que não, sai a procura de meu enteado, sua noiva e minha esposa, quando ligaram para um amigo que estava comigo e viu tudo que aconteceu e informaram a ele que o pai da menina teria ido na delegacia mas não conseguiu prestar queixa.

Esse cidadão, foi embora com sua família e eu acreditei que estivasse com raiva de mim, mas que iria me ligar e resolver CONVERSANDO, infelizmente não foi isso que aconteceu, chegando em Santa Cruz ele procurou a delegacia, depois foi abordado por três repórteres da cidade e fez suas declarações, exageradas, levianas, porém não deixar de reconhecer que ele afirma que NÃO BATI EM NINGUÉM, que algumas pessoas me contiveram durante a discussão.

Na próxima segunda-feira (10), estarei no Programa Patrulha do Agreste a partir das 11:00 e contarei todos os detalhes.

Peço aos meus amigos que repercutam esta matéria e que orem por mim, pois é muito difícil escutar acusações do você não cometeu, mas estou confortado por Nosso Senhor Jesus Cristo que está comigo sempre.
Agradeço o espaço a este meio de comunicação e estou a disposição de todos para qualquer esclarecimento.

Um abraço e fiquem todos com Deus.


Bartôl Neves

Nenhum comentário:

Postar um comentário