sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Plano Nacional da Cultura Exportadora voltado para o Agreste é lançado em Santa Cruz do Capibaribe


Fotos: Thonny Hill

Na manhã desta sexta-feira (22) foram lançadas, em Santa Cruz do Capibaribe, as ações do plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE).

O evento aconteceu no Cellebre Recepções e contou com as presenças de diversas autoridades e representantes de entidades empresariais, do Moda Center Santa Cruz, de técnicos do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), além do Ministro Armando Monteiro e também do presidente do Sindicato da Indústria Têxtil de Pernambuco.

.

No evento, foram apresentados diversos dados sobre a importância de se promover o estímulo à cultura exportadora, especialmente para as empresas de pequeno e médio porte da região.

Até o momento, 146 micro, pequenas e médias empresas das cidades de Toritama, Caruaru e Santa Cruz já se inscreveram no programa. A ideia é que, de acordo com a vigência de dois anos de ações previstas no PNCE, o número de empresas que já exportam em vários segmentos, 260 ao todo, seja duplicado conforme disse o Ministro.

Armando também aproveitou para descrever como funcionará as ações do PNCE para as empresas do Polo e demais participantes.

.

“A exportação não é um mero slogan, mas um canal irrecusável para aquelas empresas que querem manter seus negócios. Não é algo complicado como muitos imaginam e aí entra o PNCE para usar uma série de instituições e de entidades para oferecer um apoio ao micro e pequeno empresário para que ele faça a trilha de exportação. Isso envolve toda uma ação de apoio e de consultoria, para dizer a ele que há condições de fazer a exportação simplificando alguns procedimentos, orientando os processos de financiamento, analisando e adequando o seu produto, identificando mercados em potencial, com melhores perspectivas… Isso chamamos de Inteligência Comercial. A qualidade do produto hoje aqui é muito diferente de 10, 15 anos passados. Se agora produzimos com mais qualidade, podemos acessar mercados mais exigentes e podemos sim e exportar e o Polo dará maior engajamento as exportações” – pontuou.

Na ocasião, também foi assinado o convênio entre a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), extensionistas do Projeto de Extensão Industrial Exportadora (PEIEX), da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e o MDIC.

.

Já o prefeito Edson Vieira (PSDB), durante seu pronunciamento, aproveitou para destacar a importância do PNCE para Santa Cruz do Capibaribe e o Polo das Confecções, destacou que o município irá, segundo ele, contribuir para que as iniciativas tenham êxito, mas também aproveitou para cobrar do Ministro uma atuação ainda maior do Governo Federal.

.

“Recebemos semanalmente mais de 50 mil pessoas que vem aqui para realizar suas compras no Moda Center e no Calçadão Miguel Arraes. Este Plano Nacional da Cultura Exportadora faz com que possamos ter novas ferramentas para que possamos abranger um mercado ainda maior do que o que já temos, que a gente possa chegar a fazer com aqueles que tem um bom produto, uma boa mercadoria, possa mostrar em outros recantos. Algumas empresas já fazem isso, mas se nós não tivermos o apoio incondicional do Governo Federal, Estadual e Municipal, esta ação vai ficar regionalizada. Quando nos juntamos para apoiar o micro, o pequeno, o grande confeccionista, é uma ação que esperamos ter grande êxito, mas é preciso que a gente avance muito mais. Que essas três esferas estejam juntas, para que possamos ter boas estradas (clara referência a não continuidade das obras de duplicação da BR-104), ter água (clara crítica ao atraso nas obras da Adutora do Agreste), segurança e infraestrutura adequada para esse Polo, que é grande e representa muito. Quando falamos do Polo, não podemos nos referir a Santa Cruz do Capibaribe, que é o berço, mas temos que nos integrar com as nossas cidades coirmãs que sobrevivem da confecção. Quando estamos pedindo a melhora desses segmentos, estamos pedindo para podermos avançar muito mais” – disse.

Já nesta tarde, estão sendo realizadas algumas oficinas e palestras para empresários que compareceram ao lançamento.

De acordo com técnicos do Ministério do Desenvolvimento , Indústria e Comércio Exterior, nos demais dias, as empresas da região podem procurar o Núcleo Operacional do PEIEX, que funcionará no campus da UFPE, em Caruaru ou entrar em contato direto com a Apex-Brasil pelo e-mail apexbrasil@apexbrasil.com.br ou pelo site www.apexbrasil.com.br.

Blog do Ney Lima 


Aqui você tem o melhor atendimento!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário