quarta-feira, 6 de julho de 2016

Deputado Diogo Moraes Garante que obedeceu todas as determinações da EMPETUR, na destinação de emendas para shows


Através de uma nota enviada ao Blog Agreste Notícia, o deputado estadual Diogo Moraes (PSB), se pronunciou sobre as ações civis públicas por ato de improbidade administrativa, ajuizadas peloMinistério Público de Pernambuco (MPPE), contra sua pessoa e os deputados João Fernando Coutinho (PSB), Júlio Cavalcanti (PTB), Silvio Costa Filho (PRB) e Clodoaldo Magalhães (PSB), além do ex-deputado Maviael Cavalcanti (DEM).

As ações envolvem emendas parlamentares para realização de shows, pagos com dinheiro público. O presidente na Empresa Pernambucana de Turismo, André Correia, também é alvo da ação juntamente com outros servidores da EMPETUR.

De acordo com o Ministério Público de Pernambuco, os parlamentares utilizavam influência política na empresa pública para contratações indevidas, sem licitação, de artistas previamente indicados por eles, por meio das emendas parlamentares, com fortes indícios de valores superfaturados.

Na nota, o deputado Diogo por meio de sua assessoria assegura que, todos os processamentos para encaminhamento de emendas foram feitos obedecendo às determinações da EMPETUR e que a matéria já foi objeto de análise por parte do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE), que segundo ele, afastou qualquer irregularidade nas ações de sua autoria.

Confira nota na integra:
NOTA OFICIAL - Com relação às notícias referentes ao uso de emendas parlamentares para shows no ano de 2014, gostaríamos de declarar que os procedimentos para o encaminhamento de emendas obedeceram fielmente o que determinava a EMPETUR. A questão, inclusive, já foi objeto de análise do Tribunal de Contas do Estado, que afastou qualquer irregularidade das ações de nossa autoria. 

Temos plena confiança nos órgãos de controle envolvidos para solucionar a questão e estamos à disposição das instituições, com o compromisso de fornecer tudo aquilo que nos for solicitado para que o caso seja esclarecido e confirme que não cometemos nenhuma irregularidade bem como nenhum dano ao erário público.


Do Agreste Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário