terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Eduardo não representa 'nova política', diz Armando

Pré-candidato ao governo de Pernambuco e defensor de aliança local entre seu partido e o PT, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) afirmou nesta segunda-feira (9) que o governador Eduardo Campos (PSB), provável candidato à Presidência em 2014, terá o desafio de convencer os eleitores de que encarna os valores da 'nova política'.

'Os valores da nova política não se traduzem apenas num programa de governo. Quem é que vai preencher isso? A Marina [Silva, aliada de Campos] representava um pouco isso, a coisa de um político não convencional. Como é que Eduardo, sendo um político de extração mais convencional, vai poder verdadeiramente encarnar os valores da nova política?', disse o senador, em almoço com jornalistas no Recife.

Monteiro Neto afirmou ainda que o governador pernambucano, que até outubro integrava a base de apoio do governo Dilma Rousseff, terá 'dificuldade' para se apresentar aos eleitores como oposição durante acampanha em 2014.

Pré-candidato declarado ao governo de Pernambuco, Monteiro Neto defendeu que o PT local apoie sua candidatura em vez de lançar candidato próprio. O PT ainda não definiu o que fará no ano que vem, mas uma ala importante do diretório é favorável à aliança com o PTB, que ainda garantiria palanque para Dilma no ano que vem.

DA FOLHA DE S.PAULO
  Escrito por Magno Martins,

Nenhum comentário:

Postar um comentário