quarta-feira, 27 de março de 2013

BRICs: Dilma afirma que a meta é superar a pobreza



A presidente Dilma Rousseff (PT) disse nesta quarta-feira (27), durante a 5ª Cúpula do BRICs (bloco formado pelo Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) em Durban, na África do Sul, que a meta de todos é a superação da pobreza. Ela lembrou, porém, que esse objetivo é apenas o começo de um esforço conjunto que inclui uma série de ações para o desenvolvimento dos países que integram o grupo. Dilma ressaltou que o Brasil conquistou avanços, mas que o empenho é mantido pelo governo.

“A superação da miséria é apenas o fim do começo”, destacou a presidente na abertura da cúpula. Dilma reiterou que, em decorrência dos modelos de desenvolvimento econômico e social adotados no Brasil, o país conseguiu atingir a meta do milênio fixada pelas Nações Unidas, de superar a renda mínima de US$ 1,25 por pessoa.

A presidente disse ainda que as políticas públicas executadas no Brasil visam a transformar cidadãos em consumidores, ampliando o mercado interno e as oportunidades. Dilma lembrou que os países do BRICs podem ter “histórias diferentes”, mas têm metas semelhantes. “É a responsabilidade com o mundo que está surgindo”, acrescentou.

Antes da abertura da cúpula, Dilma participou de um café da manhã com os líderes do BRICs - os presidentes Jacob Zuma (África do Sul), o anfitrião, Vladimir Putin (Rússia) e Xi Jinping (China), além do primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh.

Nenhum comentário:

Postar um comentário