sábado, 8 de dezembro de 2012

Papa ameaça excomungar Dilma e o Brasil se a frase Deus seja louvado for retirada das notas

A polêmica continua. O governo está decidindo se retira, ou não, a frase
“Deus seja louvado” das cédulas de real. Enquanto o governo não se decide, o Papa já se pronunciou, dizendo que vai excomungar a Presidenta Dilma Rousseff e todo o Brasil, se o “Deus seja louvado” for removido das notas.

“La chiesa non ammette una cosa del genere”, disse um representante do Vaticano.

No Palácio do Planalto ninguém quis comentar o assunto. Nas ruas as pessoas estão assustadas. “Não quero ser excomungado, vou à Igreja todos os dias”, disse o dono de casa Manoel Moreira de Melo.

O problema tende a crescer mais porque, segundo o especialista em debates polêmicos, Alfredo Angelo Alves, as igrejas não vão querer receber como pagamento de dízimo uma cédula de real sem o nome de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário